Panda e Pinguim: Atualizações do Algoritmo do Google

Panda e Pinguim: Atualizações do Algoritmo do Google

Os profissionais de SEO até já poderiam estar acostumados com tantas mudanças no algoritmo, já que elas acontecem desde 2003 e são tantas que ganharam até um apelido: Google Dance.

O motivo para tantas mudanças é que o buscador tem guerra declarada ao spam, com o objetivo de retornar melhores resultados para o usuário e, consequentemente, continuar aumentando sua participação no mercado.

 

Últimas Atualizações Google

Mais do que atualizações do algoritmo do Google, as últimas mudanças deixaram muito profissionais de SEO preocupados porque parece que o buscador está tentando mudar a maneira como pensa em busca .

 

Atualização Panda 3.5

  • Primeira versão do Panda foi lançada em fevereiro de 2011 no Google.com;
  • Atacou sites com conteúdo duplicado, bounce rate alto e links externos de baixa qualidade;
  • Mais de 12% das pesquisas em inglês foram afetadas;
  • Chegou ao Brasil em agosto de 2011;
  • Para a maioria dos idiomas, esta mudança impactou entre 6-9% das pesquisas;
  • A última atualização, a 3.5, foi lançada dia 19/04/2012 e afetou sites brasileiros também.
atualizações do algoritmo do Google em 2011

fonte: SEOmoz

 

Atualização Pinguim

  • Lançada em todas as línguas 24/04/2012;
  • Ajustaram fatores de spam, incluindo keyword stuffing e link spam;
  • Aproximadamente 3% das queries em inglês foram afetadas;
  • Artigos relacionados:

Um novo passo para recompensar sites de alta qualidade

Cinco tipos de problemas com links que estão afetando alguns sites (em inglês)

Investigação de links não naturais (em inglês)

Algoritmo Google Pinguim

 

O que fazer para se recuperar de quedas causadas pelas atualizações algoritmo

Primeiro é necessário identificar o que de fato aconteceu: foi mordida do Pinguim ou do Panda? Então verificar se a mudança foi justa ou não. Caso sim, faça as mudanças necessárias:  remova conteúdo duplicado ou insera cannonical tag, adicione conteúdo informativo, tente remover links que possam parecer suspeitos e aposte em links de qualidade. Então preencha o formulário ou escreva no fórum que o Google abre para webmasters.

O Pedro Dias deu algumas dicas de como requisitar a revisão da penalização:

“Se quer fornecer feedback útil para o último update do Panda, recomendo que forneça sempre exemplos de pares de termos de pesquisa e URLs que acha que foram afetados negativamente, o mesmo vale para consultas que possam apresentar maus resultados.

Escrever coisas como “O meu tráfego caiu X% e é muito pior agora …” ou “O meu site é um site bom e não deveria ter sido impactado …” não será de muita ajuda para ninguém.

Forneça sempre a consulta usada, e o respetivo URL classificado.
Para o efeito existem links para formulários de feedback a partir dos Fóruns de Ajuda a Webmasters na maioria dos idiomas. Eu não recomendo deixar seus comentários ou feedback em qualquer outro lugar.”

 

Preparando-se para novas atualizações e o Futuro de SEO

Aqui no Brasil nós geralmente temos a vantagem de ver o que acontece depois das atualizações em outros países. Isso porque na maioria das vezes as atualizações são lançadas nos EUA primeiro, depois para queries em inglês e também no Google de países da Europa.

O Panda chegou no Brasil meses depois de ser lançada nos EUA, mas no caso do Pinguim, a atualização do algoritmo foi feita em todas as línguas simultaneamente, mas o Google chegou até a avisar alguns sites sobre links suspeitos.

Sempre que rola alguma mudança no algoritmo aparecem artigos com previsões “nostradamicas”: “SEO vai acabar”, “link building vai acabar”. Mas na minha opinião isso é um exagero. Os sistemas de busca dependem de sites otimizados para entregarem bons resultados , o que eles fazem é diminuir cada vez mais a relevância para práticas consideradas anti-éticas e que são um atalho pra chegar no pote de ouro. Quem quer estar entre os primeiros resultados tem que fazer por merecer e correr atrás.

Muito importante que conteúdo, SEO On-Page, gestão de Redes Sociais, Link Building e Assessoria de Imprensa estejam bem amarrados, pensados em uma única estratégia, com vários desdobramentos.

E quem não ficar esperto, vai continuar bailando no baile do Google.

Dança do algoritmo do Google

Comments

comments

Sou apaixonada por Marketing Digital e fundei a Enlink há 11 anos. Na bagagem de estudos, trago formação em Comunicação Social pela UFPR tenho MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV, além de ter palestrado em eventos nacionais e dado vários cursos na área.