O Mobile e as estratégias modernas de comunicação

By 9 de junho de 2014 Marketing de Conteúdo

É mais do que comum ver pessoas vidradas em suas mini telas acessando sites, interagindo, compartilhando links, pesquisando preços, assistindo vídeos e, sobretudo, buscando informações. No ano passado, o Google divulgou uma pesquisa que mostra que nos últimos anos a busca por informações através de smartphones cresceu cerca de 3000%.

Então eu te pergunto: qual é o tipo de experiência que você oferece aos seus possíveis clientes quando estes acessam o site da sua empresa através de um celular?

A resposta deve conter as seguintes palavras: positivaútil e eficiente.

Mas, antes de começar a falar especificamente sobre site mobile como estratégia de comunicação ou site responsivo, é preciso saber que existe outro caminho a ser implantado como estratégia para a sua empresa: a criação de um aplicativo.

Ao optar pelo aplicativo é necessário levar em conta que eles são feitos especialmente para celulares, pois aproveitam melhor os recursos e formatos do aparelho, como aparência e praticidade. Com isso, eles se tornam mais caros, pois acabam sendo criados para um determinado sistema operacional: um aplicativo iOS não é compatível com um sistema Android, e assim por diante. Além disso, um aplicativo para ser usado com frequência deve ter extrema importância para o usuário ou ao menos oferecer serviços de grande utilidade para ele, vide os três apps mais acessados atualmente: Instagram, Facebook e Youtube. Isso sem falar nos joguinhos viciantes como o Candy Crush e Flappy Bird.

Um exemplo bacana é uma empresa de finanças elaborar um aplicativo voltado para o nicho, onde o usuário possa ter um controle maior de seu dinheiro, orçamentos e gastos. Além da empresa ser sempre lembrada, o aplicativo pode se tornar o melhor amigo de quem tem dificuldade em controlar seus gastos. #ficadica

Parece complicado e mais trabalhoso, mas dependendo da sua estratégia, consegue ser uma ótima jogada e uma forma de ter sua marca sempre lembrada de maneira positiva, oferecendo, claro, uma impecável usabilidade para o internauta.

Agora, quando falamos em um site de versão mobile, estamos falando do oposto de um aplicativo. O mobile precisa ser multiplataforma e deve oferecer a praticidade de poder ser acessado sem restrições por diferentes sistemas operacionais. Além disso, é muito mais fácil de ser adaptado, principalmente quando se fala em design responsivo, ou seja, quando o consumidor tem acesso ao site em diferentes tamanhos de tela, modelos de aparelhos, sistemas operacionais e navegadores. A versão mobile, portanto, DEVE conter vantagens e recursos que supram de imediato a necessidade do usuário.

Um exemplo muito bacana são sites como o TripAdvisor e o Foursquare, que disponibilizam as informações de praxe de forma funcional, cada um em seu nicho – o primeiro um guia de viagens e o segundo para fazer chek-in em estabelecimentos e saber por onde seus amigos andam. Neles é possível ainda encontrar informações como mapas, dicas de como chegar, telefone, localização e o melhor: dica dos usuários, que gera uma maior interação entre internautas e a interface.

Fonte

Vale salientar que com a versão mobile se torna possível também atingir um público maior com menos investimento, e o melhor: estar presente nos mecanismos de buscas.

Com o celular em mãos, as pessoas navegam com mais sede de informação, buscando objetivos mais específicos, sempre em movimentos procurando aquela “informação para ontem”.

Li em algum lugar que ‘o mundo hoje é mobile e a estratégia também deve ser’, então, na hora de produzir conteúdo, é preciso imaginar como ele será visualizado na telinha do celular. O usuário tem mais urgência do que paciência, por isso, a experiência deve ser positiva, e o conteúdo deve estar totalmente adaptado para essa pequena tela + a sede de informação.

Sobre as experiências do usuário:

Experiência positiva: é essencial ter um site que ofereça uma boa experiência ao usuário. As informações devem ser de fácil leitura, com fontes compatíveis e ótima funcionalidade. O site tradicional e a versão mobile devem conter as mesmas informações, para então facilitar sua usabilidade ao usuário. Vale salientar, no entanto, que é interessante priorizar as necessidades dos usuários ‘em movimento’, logo, ser simples e direto é o primeiro passo para o sucesso. Evitar textos longos e se possível oferecer filtros para que a busca seja mais fácil de ser finalizada. Lembre-se ainda que quando o usuário não se sente confortável com o visual pouco funcional de um site, é muito provável que ele se canse e busque outro site mais ágil, visualmente bonito e funcional.

Experiência útil: os computadores tradicionais estão perdendo seu posto, uma vez que as facilidades de acessar a internet nos dispositivos móveis têm crescido em ritmo acelerado, fazendo com que essas pequenas telinhas sejam grandes aliadas nas tarefas do cotidiano. Estar conectado 24h por dia se tornou um hábito e, com isso, os consumidores e internautas esperam que as empresas estejam preparadas para atendê-los de maneira rápida, fácil e eficiente. Ou seja, possuir uma versão mobile do site da sua empresa/marca é item indispensável para se manter conectado com o seu público. Aproveitar a oportunidade e oferecer recursos a mais é usar a mobilidade a seu favor. Que tal incluir na versão mobile uma dica ou mapa de como chegar, alguma informação fundamental e que ao mesmo tempo seja um diferencial pensado exclusivamente em quem acessa a versão mobile?

Experiência eficiente: geralmente quem opta pelo uso do tablet ou smartphone na busca por informações, o faz porque quer uma resposta precisa e imediata, seja na pesquisa por um mapa, endereço, telefone, preço ou demais dados. Por isso, é ideal que a estratégia seja eficiente também. O usuário, nessas condições está sempre pronto para tomar decisões e cabe ao site oferecer o diferencial que ele precisa para se decidir. Aproveitar essa urgência do internauta a seu favor é fundamental. Capriche na usabilidade, quantas vezes você já não ficou frustrado por não conseguir acessar uma informação desejada pelo simples fato da usabilidade e mobilidade de um site mobile ser zero?

Vamos pensar nisso.

Ao partir para uma versão mobile, a empresa estará um passo a frente, pois mostrará ao usuário que pensa neles e quer estar sempre por perto quando precisarem. Um simples ato como tal pode aproximar ainda mais a marca de seus consumidores e futuros clientes. Faz bem lembrar: todo mundo gosta de se sentir especial e quem é cliente, também!

Ser mobile é ser inovador e manter-se sempre a frente de seus concorrentes. Lembre-se que um site responsivo, otimizado e de fácil navegação ajuda a sua empresa a se conectar ainda mais com seu público-alvo e, principalmente, a impulsionar o seu negócio.

É isso aí, espero ter ajudado e caso queira ler mais sobre assunto aqui  você encontra mais alguns conteúdos sobre mobile mkt e muito mais.

Até a próxima.:)

Recomendamos para você

Comments

comments

Carol Cañete

About Carol Cañete

Trabalha na Enlink desde 2011, quando começou como Redatora na equipe de Criação de Conteúdo. É publicitária por formação e hoje atua na agência como Assistente de Marketing Digital. É mãe, esposa e quando sobra tempo é artesã, fotógrafa e cozinheira. Mulherzinha assumida, não dispensa o esmalte vermelho.

Leave a Reply