Google Limita Dados Detalhados no Planejador de Palavras-Chave

By 12 de setembro de 2016 Google e Buscadores, SEO

O Google mudou oficialmente a forma de mostrar os resultados no Planejador de Palavras-chave (Keyword Planner)A explicação é que essa alteração foi feita para prevenir que os “Bots” realizem um número maior de pesquisa e continuem gerando mais erros, o que vinha impedindo em alguns momentos que os usuários utilizassem a ferramenta. Porém, muitos profissionais e empresas de pequeno porte ainda não engoliram essa desculpa!

Atualmente, o que a ferramenta mostra são apenas previsões. Portanto, um resultado de pesquisa em uma keyword que antes tinha a busca exata de 2,900, por exemplo, agora aparece entre 1 mil – 10 mil.

Antes:

resultado-planejador-comprar-casa

Agora:

mudança-planejador-de-palavras-chave-google

As contas que possuem um baixo gasto mensal ou que não possuem campanhas ativas no Adwords devem ter os dados limitados, enquanto outros anunciantes de grande porte podem continuar vendo normalmente os resultados da busca exata.

Essa mudança deve afetar bastante os dados apresentados, pois as faixas de variações dos números serão sempre as mesmas:

  • 0

  • 1-100

  • 100-1K

  • 1K-10K

  • 10K-100K

  • 100K-1M

  • 1M +

A lacuna entre cada variação é realmente grande e pode deixar dúvidas sobre o resultado real da pesquisa. Além disso, o Google ainda não divulgou qual seria o mínimo de gastos necessários na plataforma para que o usuário da conta possa visualizar os resultados exatos.

Alternativa ao Planejador de Palavras-Chave

A ferramenta SEMRush tem a opção de realizar a busca de palavras-chave e verificar os resultados muito próximo ao que o planejador do Google apresentava.

Para isso, basta acessar a ferramenta, depois buscar no menu lateral a opção “correspondência de frases”:

pesquisa-palavras-semrush

Depois disso, é só digitar o termo da busca no campo de pesquisa e verificar os resultados no quadro. O processo de resultados é muito similar ao planejador de palavras-chave do Google, sendo possível verificar sugestões de outras keywords:

como-fazer-busca-palavra-semrush

Essa é uma ótima solução para continuar o trabalho e a vantagem é que não é preciso ser assinante da versão paga para utilizar a função, porém terá dados de consulta limitados.

Considerações:

Sabemos que a ferramenta de pesquisa foi criada com o objetivo de ajudar anunciantes da plataforma, mas é claro que com uma mudança como essa os profissionais que utilizam a ferramenta para SEO devem sentir um reflexo no trabalho, pois será preciso ser ainda mais criativo com as opções que temos no mercado.

Entretanto, é preciso entender que o Google tem mudado cada vez mais o formato do resultado de pesquisas. Não é de hoje que as palavras-chave têm sido apontadas como apenas uma guia para o trabalho, pois os resultados de updates e novos algoritmos têm buscado deixar a SERPs (Search Engine Result Pages) mais próximas do que o usuário busca. Então, muitas vezes, o objetivo é entender e responder ao contexto geral da pesquisa realizada e não apenas focar na palavra-chave.

Vamos aguardar os próximos capítulos!

O que você achou dessa mudança? Comente!

Recomendamos para você

Comments

comments

Katleen Abdala

About Katleen Abdala

Bacharel em Hotelaria, entrou para o mundo de Marketing Digital em 2011, quando começou a trabalhar como Social Media. Atualmente, trabalha como Coordenadora na Enlink. Nas horas vagas adora passar o tempo com seus pets.

One Comment

  • Lutierre disse:

    Tudo é movido pelo dinheiro, para ter os dados completos tem que investir em campanhas, por eles iriam deixar de graça uma ferramenta muito importante.

Leave a Reply