Palestra Nossos Erros de Link Building

Palestra Nossos Erros de Link Building

No dia 25/03/11, última sexta-feira, participei do evento Distilled Link Building Seminar, em New Orleans. Profissionais de SEO renomados passaram o dia todo falando sobre meu assunto favorito (link building, claro!) e ao longo da semana irei postar os principais pontos de cada palestra.

Então, começando pelo começo, acompanhe a primeira palestra:

Palestra: Armadilhas e Erros para Descuidados


Palestrante:
Wil Reynolds, fundador da SEER Interaction, agência de SEO na Philadelphia (EUA).
Resumo: O palestrante assume e mostra alguns dos erros que ele cometeu e mostra as lições que apredeu com essas experiências.

#1 Erro: Links de qualidade funcionam para qualquer website

Para explicar esse ponto, ele mostrou o exemplo de um cliente que parecia ter um perfil muito forte:

– Site com com mais de 10 anos
– Links .edu
– 4 milhões de busca por mês para top 2 keywords
– Links em websites como New York Times, Cosmopolitan, The Oprah Magazine

Por incrível que pareça, esse perfil não garantiu o topo dos SERPs para esse cliente. Por isso Wil Reynolds afirma que nem sempre links de qualidade irão ajudar, portanto não busque apenas links táticos, busque por variedade para diversificar o seu portfólio.

Para conquistar essa variedade, ele e sua equipe fizeram um brainstorming na tentativa de criar uma estratégia de white hat. Então perceberam que havia alguns tipos de links que aquele cliente ainda não tinha: blogs de qualidade, revisão de produtos, widget como link bait.
A equipe dele teve então a ideia de usar uma promoção do cliente e torná-la um “dia nacional”. Para isso criaram um widget de contagem regressive com uma sign up box para receber um aviso por email.

#2 Erro: Ter ideias incríveis, mas não ter outra ideia incrível para promovê-las

Gerar boas ideias é diferente de implementá-la. Para Wil Reynolds a crença que alguns profissionais tem de “se você criar conteúdo de qualidade a audiência e links aparecerão” não é verdadeira, é necessário promovê-la.

Ele diz ainda que submeter para redes sociais como Digg, Stumbleupon, Facebook, Twitter não pode ser considerado uma estratégia de promoção.

Erro #3: Ser Agressivo Demais

Após definir os termos que irá trabalhar, muitos link builders começam a criar links com aquele anchor text exato, na busca por melhoria do ranking e acabam exagerando.

Calcule a porcentagem de seus anchor text exatos em relação a quantidade total e compare o resultado com a dos concorrentes para aquele termo no top 10 Google (busque estar na média para não chamar a atenção dos buscadores).

Além disso, construa um sistema de aviso combinando APIs e Excel, então acompanhe essa porcentagem de anchor texts exatos e também picos de referring domains. Perfis de links que não parecem naturais podem até funcionar, mas são muito arriscados.

Para mais informações sobre o evento, busque a hashtag #linklove no Twitter.

Ao longo da semana irei postar sobre as demais palestras, então não esqueça de voltar!

Comments

comments

Sou apaixonada por Marketing Digital e fundei a Enlink há 11 anos. Na bagagem de estudos, trago formação em Comunicação Social pela UFPR tenho MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV, além de ter palestrado em eventos nacionais e dado vários cursos na área.