O que é Coworking e Quais as Vantagens de Trabalhar em Ambientes Compartilhados

Por 5 de abril de 2019 Geral

A maneira de trabalhar e fazer negócios estão mudando. Cada vez mais, micro e pequenas empresas, profissionais autônomos e liberais estão utilizando um espaço coworking para desenvolver suas atividades e serviços, atender seus clientes e, de quebra, economizar!

Peter Drucker, o pai da administração moderna disse: ‘’Quando você vê um negócio bem-sucedido é porque alguém, algum dia, tomou uma decisão corajosa’’.

Esta corajosa decisão pode envolver algo diretamente ligado a uma das principais vantagens do coworking: a economia direta nos custos operacionais proporcionada pela utilização de um espaço ou escritório compartilhado por mais pessoas ou empresas.

Todo micro empresário e profissional liberal sabe da importância de gerir de forma eficaz os custos do seu negócio, sendo esta uma estratégia valiosa para manter ou iniciar negócios com competitividade. Mas, o coworking envolve ainda mais benefícios!

Antes de saber sobre todos eles, você deve estar se perguntando: O que é o Coworking? De onde surgiu? Como se alimenta? Haha! Nós estamos aqui pra te explicar! 🙂

homem feliz trabalhando em um coworking

Os primeiros escritórios de coworking ou seja, escritórios compartilhados – nasceram em 2005 nos EUA para suprir a demanda de nômades digitais – aqueles profissionais que trabalham online de qualquer parte do mundo e precisavam de um espaço para trabalhar.

Isso é o que define um escritório compartilhado, ou coworking.

No Brasil, o espaço coworking começou em 2008, tendo aumentado principalmente após a crise financeira no país. Dados do Censo Coworking 2018 apontam a existência de espaços coworking em aproximadamente 170 cidades brasileiras com população superior a 150 mil habitantes, totalizando em média 88 mil estações de trabalho disponíveis, que geram 7 mil empregos diretos.

Ou seja, é um mercado em expansão, com alto potencial para investimentos e mais opções de espaços disponíveis para os adeptos da cultura colaborativa.

Coworking e a Cultura Colaborativa

Vale frisar que a “cultura colaborativa” está inserida em nosso cotidiano mais do que imaginamos, como a atualização de informações no Wikipedia, informações sobre o trânsito em tempo real no Waze, vídeos informativos no Youtube, aplicativos de carona, projetos de crowdfunding, entre outros.

Esses exemplos mostram como o Coworking, apesar de ser relativamente novo, é uma tendência que deve ser levada em consideração. Por ser um espaço onde pessoas e empresas utilizam a infraestrutura de forma conjunta, os custos também são compartilhados e, consequentemente, mais baixos.

Mais do que economia, o coworking representa um estilo de vida, pois um escritório compartilhado proporciona:

  • A aproximação das pessoas
  • Networking e intercâmbio de informações
  • Satisfação pessoal para pessoas que desejam nutrir relacionamentos
  • Potencializa acordo de negócios, devido à ampliação de contatos e exposição dos serviços oferecidos a um número maior de pessoas

pessoas trabalhando em escritório compartilhado

Por que Escolher o Coworking?

Além dos benefícios ressaltados acima, o coworking é um formato para repensar o ambiente, as relações de trabalho e como gerir negócios, sendo uma alternativa ao isolamento de profissionais que trabalham em home office.

Além disso, colabora para evitar distrações, interrupções e ruídos de espaços públicos, como profissionais que marcam reuniões em cafés.

De qualquer forma, caso tenha se interessado em mudar sua estação de trabalho para um coworking, procure, primeiramente, ler mais sobre o assunto e obter a maior quantidade de informações possível sobre este tipo de espaço colaborativo.

Tem alguma sugestão ou dúvida sobre o que é Coworking? Deixe um comentário! Com certeza nós podemos te ajudar! 🙂

Imagens: Pexels (rawpixel.com), Pexels (Daria Shevtsova)

Comments

comments

Viviane Welter

Sobre Viviane Welter

Mãe, Professora Universitária na área de Administração, Atendimento/Comercial na Enlink, apaixonada por filosofia, sociologia, neurociência e marketing digital com propósito.

Um Comentário

Faça um comentário