Instagram para E-commerce Funciona?

Por 3 de outubro de 2012 agosto 22nd, 2017 E-commerce, Redes Sociais

O e-commerce é uma modalidade de vendas que vem crescendo no Brasil e no mundo, talvez pela facilidade das transações e comercialização de produtos, por possibilitar que as marcas estejam mais próximas do público ou simplesmente por ser um estilo de vendas que veio pra ficar.

Em 2011, cerca de 9 milhões dos consumidores fizeram suas compras através do e-commerce, deixando o Brasil em terceiro lugar nas vendas através da internet. Se não acredita, dá uma olhadinha nesse infográfico que o site Receba em Casa fez sobre o assunto:

Uma oportunidade interessante relacionada ao e-commerce que está fazendo bastante sucesso por aí é o Instagram interligado à loja online. Pra entender um pouco mais sobre como e o porquê de tanto buzz, vamos começar com uma questão simples:

1. O que é o Instagram e como ele pode beneficiar o seu e-commerce

O Instagram é um aplicativo de fotos disponível apenas a nível mobile (iOS e Android), lançado em Outubro de 2010 – em abril de 2012 o acesso ao aplicativo foi liberado através de desktops, porém, apenas o login; para utilizar as funções da rede social, deve-se acessar através do mobile.

Em apenas dois anos, a rede social conquistou cerca de 30 milhões de usuários, tendo hoje em dia 80 milhões de contas cadastradas. O grande diferencial do Instagram é que ele permite que o usuário aplique filtros nas fotos tiradas do celular e compartilhe com os demais usuários, que podem curtir e comentar cada foto.

Outra característica interessante é a conectividade entre esta e outras redes sociais, como Facebook, Twitter, Tumblr e Foursquare. Aliás, esta é uma informação fundamental para o marketing do seu empreendimento, e será abordada com a devida atenção em um dos tópicos abaixo.

Algumas opções de filtro do Instagram

A relação intrínseca e fundamental entre o Instagram e o seu e-commerce são justamente as fotografias. Vamos por partes.

2. A importância da fotografia para e-commerce

Assim como o Instagram, as lojas online dependem das imagens para fazer sucesso. Muitas coisas podem ser feitas nesse sentido, e o que vale aqui é a criatividade e a personalidade que se quer dar à sua marca. Porém, existem algumas dicas que podem ser dadas com relação ao que não fazer nas fotografias da sua loja online:

Imagens pequenas ou de qualidade comprometida: Os usuários querem ter uma boa noção dos produtos antes de fazer a compra. Por isso, as imagens escolhidas para seu e-commerce devem ter tamanho razoável e qualidade boa, para que se possa entender o produto por inteiro.

Produtos quebrados, amassados ou desatualizados: Essa é uma situação que acontece com menos frequência, mas que vale a pena ser citada.

Página certa, imagem de produto errado: Nunca cometa esse erro! As informações devem ser concisas e coerentes em toda a página, inclusive nas imagens.

Fotos genéricas: Esse é um dos quesitos mais encontrados em e-commerce. O grande problema de utilizar fotos genéricas – por exemplo, as enviadas pelo distribuidor – é que desta maneira a marca perde a chance de imprimir sua personalidade própria nos produtos.

O que é mais atrativo: a foto comum do produto ou a personalizada?

É exatamente neste ponto que o entram as possibilidades do Instagram para as lojas online.

3. O que os usuários esperam do seu e-commerce no Instagram

Existem algumas característica que fazem o Instagram ser tão irresistível para os usuários e útil para as lojas online:

Respostas mais rápidas e precisas: É uma rede social mobile, logo, os usuários conectados ao Instagram são exigentes com relação à praticidade e agilidade das informações;

Comunicação constante: Não existe limite de fotos ou caracteres a serem utilizados, por isso aproveite! Com a comunicação constante entre marcas e usuários, o modelo de marketing utilizado no Instagram fica o mais natural possível. Pense nele como uma conversa franca e atrativa para o usuário. Aqui no blog da agência tem um post bem bacana sobre empresas que fazem sucesso nas redes sociais. Vai que a sua é a próxima?

Personalidade da marca: Construa a partir da comunicação constante uma personalidade para a sua marca. Desta maneira, os usuários se sentem mais à vontade para interagir e comprar.

Participação: Outra boa ideia para complementar a personalidade do seu Instagram é a participação dos usuários nas fotos. Muitos clientes de e-commerce podem acabar não finalizando a compra por não saber qual o caimento de determinada peça de roupa ou a melhor combinação de estilo para aquele sapato. Além de fotos de usuários ajudarem nesta parte, publicar fotos deles é como agradecê-los por escolher a sua marca. Em suma: utilizar as fotos dos clientes é interessante tanto para os usuários quanto para a marca.

Conteúdo diferenciado: O Instagram oferece uma gama de filtros que devem ser utilizados para gerar conteúdo diferenciado – em formato de fotos – para o seu site.

Interação com as outras redes sociais: Como foi mencionado acima, o Instagram pode ser integrado com outras redes sociais, como Facebook, Twitter, Tumblr e Foursquare. Explore esta característica de maneira cautelosa e intuitiva. Crie posts diferentes para enviar para cada rede social, levando sempre em consideração o limite de caracteres e o perfil dos clientes existentes ali.

Dica: A chave para ter um perfil de sucesso em qualquer rede social é construir uma rede de seguidores que estejam interessados no seu ponto de vista, esteja você vendendo algo ou não. Explorar a criatividade aliada aos produtos é extremamente importante para que esse investimento dê certo!

Por fim, mas não menos importante, alguns links para complementar a pesquisa de quem ficou interessado nesta área:

Esse artigo da nossa CEO Manu Sanches aqui no blog da agência dá 10 dicas de como ser popular no Twitter. Que tal adaptá-las?

Infográfico interessante sobre o movimento de e-commerce no Instagram.

Três casos de sucesso de e-commerce no Instagram, em inglês.

Dá uma olhadinha no que os artistas estão fazendo com o Instagram.

Comments

comments

Alice Maneschy

Sobre Alice Maneschy

Trabalha na Enlink desde março de 2012, onde começou como link builder e novata na utilização de SEO - pelo qual se apaixonou e, desde então, não passa um dia sem respirar novidades sobre o nicho. Fotógrafa amadora, viciada em música e seriados, blogueira da cultura underground e cinéfila.

Faça um comentário