Enlink

10 Dicas para tornar-se Popular no Twitter

  • Por em 26 de outubro de 2010
  • No artigo “O Valor do Twitter para a sua Empresa” a Aline Aguayo, Analista da Enlink, mostrou alguns motivos para encorajar empresas a empenharem-se mais em seus perfis institucionais. Nesse post eu vou mostrar 10 passos para te ajudar a atingir popularidade nesse canal, seja para um perfil de empresa ou pessoal:

    1) Criou seu perfil? Legal, agora personalize-o:

    .

    - Insira uma foto que mostre bem o seu rosto em sua conta pessoal e a logo ou mascote da empresa no perfil institucional;

    - Preencha as informações da sua bio;

    - Crie um background personalizado, dessa maneira o seu perfil torna-se mais atraente e passa mais credibilidade (se o layout for bem feito, claro!). Nesse artigo do Mashable  você encontra exemplos de backgrounds para o Twitter e sites com templates. Uma dica importante é pensar no novo layout do Twitter: agora as bordas são bem mais finas, então busque não incluir texto, já que pode ficar cortado e confuso.

    Background personalizado Twitter Best Buy

    Background personalizado da empresa Best Buy, ainda adaptado para o layout antigo do Twitter.

    .

    2) Divulgue o seu canal no Twitter nas páginas do seu site:

    .

    - Um botão como “Siga-me no Twitter” pode trazer mais seguidores para a sua conta e estreitar a relação com os seus visitantes. Você pode criar um layout para esse botão e criar um link para o seu perfil ou utilizar o código HTML de opções já existentes, como esses: http://www.twitterbuttons.com/.

    .

    3) Crie conteúdo único e informativo em seu site e não esqueça de facilitar o compartilhamento:

    .

    - Insira botões de retweet nos posts, dessa maneira seus visitantes podem compartilhar o conteúdo sem ter que sair do site. Confira opções de botões e plugin para WordPress:

    - Tweet Button Oficial: o botão oficial do Twitter foi lançado no dia 12 de agosto e permite personalização da localização da contagem de retweets, texto, URL e idioma (no momento apenas inglês, francês, alemão, espanhol e japonês);

    - Tweetmeme WordPress Plugin: guia que ensina como instalar o plugin no WordPress para obter o botão de retweet automaticamente em todos os seus posts;

    - Twittley: pode-se instalar o botão por meio de plugin para WordPress ou código HTML e permite personalização da cor do botão (o que é muito legal). Além disso, os artigos que possuem mais retweets por meio desse botão podem ganhar posição de destaque na home page do site, o que pode resultar em mais tráfego.

    .

    4) Agora que você já facilitou o compartilhamento na sua página, compartilhe você também com sua rede de contatos:

    .

    - Sempre twite sobre um novo post no blog, newsletter enviada, lançamento de produto ou serviço interessante oferecido pelo seu site.

    .

    5) Utilize uma plataforma de gerenciamento para acompanhar todo esse agito social de maneira fácil e ágil:

    .

    - HootSuite: ferramenta online que, em sua versão gratuita, oferece monitoramento de 5 redes sociais, 2 RSS/Atom Feeds e gráficos com resultados dos últimos 30 dias;

    TweetDeck: após instalado, permite gerenciamento de múltiplas contas e redes sociais. Você pode, por exemplo, acompanhar e atualizar o seu Twitter pessoal e o da empresa, além de sua conta no Facebook e Linkdin. Software disponível para Desktop, Mac, Ipad, Iphone e Android;

    - Cotweet: voltado para uso profissional, esse aplicativo é pago e permite atualização por múltiplos usuários, monitoramento de conversões e gerenciamento de campanhas de marketing.

    Computador com TweetDeck na tela, uma plataforma de atualização e monitoramento Twitter

    TweetDeck, plataforma de atualização e monitoramento de múltiplas contas em redes sociais

    .

    6) Siga formadores de opinião do seu nicho e busque comunicar-se com eles:

    .

    - As pessoas costumam responder a todas as menções que recebem no Twitter, então essa é uma maneira de ganhar atenção (se seus comentários ou perguntas forem interessantes) e talvez novos seguidores.

    .

    7) Use a busca do Twitter e pesquise por termos relacionados ao seu nicho:

    .

    - Você pode usar os resultados como base para criação de conteúdo para o seu site e também responder a alguma dúvida de um twitteiro que talvez ainda não conheça o seu produto ou serviço. Você pode também monitorar uma palavra-chave e automatizar essa busca:

    - Tweetmeme: serviço que agrega links populares no Twitter e separa-os em categorias, subcategorias e canais. Você pode assinar o RSS Feed da categoria na qual está interessado ou então seguir o perfil no Twitter de cada canal do Tweetmeme. Essa categorização é feita em inglês, assim como a grande maioria dos tweets, mas ajuda a descobrir o buzz sobre determinado assunto – que você pode cobrir prevendo o buzz no Brasil – que geralmente chega atrasado;

    - TweetAlarm: serviço de notificação via email de palavras-chave. Para usar é muito simples: você cadastra seus dados pessoais, os termos que gostaria de monitorar e a periodicidade de notificação (diariamente, semanalmente ou sempre que encontrar um tweet – cerca de 2hs). Então você recebe um email com todas as menções aos termos escolhidos ao lado das fotos dos usuários que twitaram.

    Um diferencial desse serviço é que você pode ignorar usuários. Então caso um twitteiro mencione várias vezes os termos nos quais você está interessado, mas não seja voltado para o seu nicho, você tem a opção de não receber mais notificaçõdele. Para configurar isso basta fazer o login na sua conta e adicionar o nome do usuário no campo “ignore tweets from the user” ou apenas clicar no link “ignore” que vem em sua notificação via email;

    Tweetalarm - notificação de termos mencionados no Twitter

    Tweetalarm - serviço de notificação de palavras-chave ou marcas mencionadas no Twitter

    .

    8 ) Realize promoções através do Twitter:

    .

    - Faça um sorteio entre os seguidores ou entre usuários que derem RT em um link, ofereça um prêmio ou código promocional para as primeiras pessoas que responderem uma pergunta etc. Você pode também usar seu Twitter para alguma promoção no seu site, por exemplo: um sorteio entre as pessoas que responderem uma enquete. Confira esse site que facilita a organização dessas promoções:

    - Sorteie.me: o sorteio via Twitter é  realizado por meio de resultados aleatórios, que ficam armazenados numa página exclusiva. Para utilizar o serviço visite o site e clique em “criar sorteio”, insira a URL que deseja promover, escolha até 10 usuários para premiar, escolha se o sorteio será entre os seguidores do seu perfil ou entre quem rettwitar a URL.

    Sorteio de ingresso no Twitter via serviço Sorteie.me

    Sorteio de prêmio no Twitter via serviço Sorteie.me

    9) Interaja com seus seguidores, a mais importante de todas as dicas:

    .

    - Não adianta nada ter uma conta com centenas ou milhares de seguidores e não se comunicar com eles. Responda sempre as menções, inclusive as negativas, mas nesse caso prefira mandar uma Direct Message e pedir o email da pessoa, assim a comunicação é feita de maneira mais discreta e efetiva. Para que nenhuma mensagem passe batida, cadastre-se para receber notificações de menções e mensagens diretas em seu email:

    - Pu.ly: serviço de notificação via email quando seu nome de usuário é mencionado no Twitter, ao receber DM e ao ser adicionado em uma lista. O legal é que você pode responder a menção ou DM via email mesmo, sem precisar logar na sua conta no Twitter;

    .

    10) Last, but not least: monitore seus resultados:

    .

    - Será que você está usando a estratégia certa para atingir seu público-alvo? Mais uma vez, não adianta basear o seu sucesso em quantidade, mas sim em qualidade. Seguem algumas ferramentas que ajudam a medir o sucesso de suas ações em redes sociais:

    - Bit.ly: esse encurtador de URLs mostra estatísticas como quantidade de cliques, buzz gerado em diferentes redes sociais (retweets, share e like no Facebook, FriendFeed e comentários feitos na página), gráfico de cliques ao longo do tempo, referrer sites, geolocalização dos usuários e todas as “conversas” geradas.

    Esse conteúdo pode ser acessado por qualquer pessoa, basta inserir a URL encurtada em um browser seguida do sinal “+” (por exemplo: copie e cole em seu navegador http://bit.ly/aafS4E+). Você pode também criar uma conta, então tem a opção de personalizar a URL e monitorar seus links (clique no número que indica quantidade de cliques para ter acesso às estatísticas mencionadas anteriormente);

    Migre.me: o encurtador de URLs migre.me traz menos dados – apenas quantidade de cliques e RT, mas traz um gráfico legal que mostra a porcentagem de tweets e cliques de acordo com o tempo após criação do link. Esses dados também são públicos, basta colar a URL encurtada no campo “contar cliques” da página http://migre.me/contar-cliques/;

    Monitoramento de cliques e RT no Twitter via migre.me

    Gráfico para monitoramento de cliques e RT no Twitter via Migre.me

    Cligs: encurtador de URLs que traz estatísticas sobre quantidade de cliques, RTs, geolocalização dos usuários que clicaram no seu link, usuários que compartilharam o link no Friendfeed, no Delicious, quem inseriu links em outros sites, artigos em blogs ou fez um comentário mencionando o seu link (não apenas para a URL encurtada, também para a URL de destino) e mostra o tráfego para o seu site vindos desses links.

    Essas informações são privadas, portanto apenas quem criou o link pode acompanhar essas estatísticas. Outros diferenciais são: geotargeted URL – que permite destinos diferentes para usuários de países diferentes, oferece ferramentas como Google Gadget para usar integrado ao iGoogle e Gmail e também oferece integração com extensões do Firefox, possui API gratuita.

    Um ponto negativo é que ao clicar na URL encurtada o usuário é levado a um preview da página, então muitos visitantes podem achar confuso e desistir de dar mais um clique em “Click here to visit the page” para então ser levado a URL de destino.

    - Google Analytics: essa ferramenta também é gratuita e é considerada a mais poderosa, pois permite análise de dados mais aprofundados, mas apresenta algumas dificuldades para monitoramento do Twitter. Isso acontece devido a flexibilidade concedida pela rede social, que permite o acesso de usuários por diferentes meios, aplicações e aparelhos. Usuários mais avançados que optarem por monitorar o canal pelo Google Analytics podem minimizar os erros utilizando a URL Builder, Funnel Visualization e Goals – mais informações nesse artigo do Twitip.

    - Qwitter: esse aplicativo envia atualizações sempre que algum usuário parar de seguir o seu perfil. Além disso, indica qual foi seu último tweet antes da pessoa dar o unfollow, o que ajuda a identificar qual conteúdo desagrada seus seguidores. Talvez você esteja falando demais sobre o seu cachorrinho de estimação…

    Sim, esse trabalho pode ser complexo e trabalhoso, mas para as empresas e profissionais que estão dispostos a explorar esse canal e abertos a ouvir seu público a ação no Twitter pode trazer mais resultados do que esperado. Então, mãos à obra! 

    Tags:
    Escreva seu comentário